Pensamentos


domingo, 6 de julho de 2014

Livro: O Livro da Economia

Acabei de ler o Livro da Economia da Editora Globo. No final achei um livro muito bem feito e serve perfeitamente para se ter uma ideia geral do que é a Economia. Eu falo em se ter uma  ideia porque o livro é composto por temas, em geral resumidos a 2 ou 3 páginas, não sendo possível portanto aprofundar em nenhum desses assuntos.

O livro passa pelos temas em ordem cronológica e o período pós guerra eu achei mais interessante. Provavelmente porque vivenciamos mais esse período e muitas das teorias criadas ainda estão em prática até hoje. 

Eu sempre tinha uma dúvida se Economia deveria ser considerada uma ciência exata ou ciência humana. Depois de ler o livro todo acho que deve ser considerada uma ciência humana que precisa de ferramentas das ciências exatas.

O material também chama atenção, com folhas grossas e capa dura vai ser um livro que vai durar muitos anos. 

Se interessar segue o link da Saraiva e do Submarino.

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Um Pouco de Biotecnologia Futurista

Já comentei outras vezes por aqui que provavelmente a próxima grande revolução será na área da medicina e da biotecnologia. Encontrei 4 videos sobre esses assuntos bem interessantes. De órgãos biônicos a la Darth Vader a Engenharia de células e tecidos. Aqui vai um pouco do futuro que a nossa geração ainda vai ver.

Estes videos são do youtube e não estão com legendas. Abaixo de cada um deles tem um link para o site TED.org onde você pode selecionar legendas em português.

Órgãos Biônicos


Engenharia de Órgãos e Implantes Robóticos


Engenharia de Órgãos


Engenharia de Tecidos

sábado, 17 de maio de 2014

Opinião sobre a Copa do Mundo no Brasil

Para mim a Copa do Mundo sempre foi especial. Sempre dei mais valor do que aos campeonatos de clubes, porque nesses só ganham os que possuem mais dinheiro, e a disputa no final é sobre quem teve a melhor gestão administrativa do time. Na Copa esse fator dinheiro desaparece, porque as seleções são formadas com os melhores do seu país, e aí não importa o recurso financeiro, quem tem mais gente com talento e consegue montar um melhor futebol é que ganha!!! É uma espécie de "Jogos Vorazes" sem a matança!!! 

A Copa do Mundo no Brasil é um evento que todo admirador de futebol espera há anos. E um evento único de uma vida. A chance de ter outra aqui é muito remota nos próximos 60 anos. Agora todo esse evento está ameaçado por um clima de guerra com manifestações no Brasil inteiro contra a Copa. E isso porque o nosso governo não foi  hábil para ajustar as expectativas da população. 

Primeiro por dizer que não iria haver dinheiro público envolvido. Pelo que vi na mídia essa semana a conta do dinheiro público já chegou a R$ 26 bilhões. Depois, mesmo que não exista correlação entre Copa do Mundo com Saúde, Educação e Segurança, a frustração foi imediata ao comparar os belos estádios com o resto dos nossos serviços públicos.



Fato é que estes serviços não melhorariam simplesmente porque iria ter uma Copa do Mundo no Brasil. Os benefícios diretos seriam somente as obras de infraestrutura e de mobilidade que seriam  necessárias. Só que nem essas conseguimos terminar!

Mas depois que vimos como os estádios saíram, fica evidente que é possível fazer um bom trabalho na saúde, segurança, no ensino público também. E temos que fervorosamente cobrar isso do nosso governo. Queremos padrão FIFA em tudo agora. E nem adianta mais a desculpa de que não é possível, porque se é para o futebol, também tem que ser para todo o resto.

Agora sair na rua dizendo que "Não vai ter Copa!" eu já acho demais. A Copa não tem  nada a ver com isso. O brasileiro adora futebol e agora vai ter a festa estragada por conta disso? Os torcedores que forem para os  jogos deverão se preparar para uma guerra ao invés de uma festa? Sempre festejamos esse evento quando eles eram feitos em outros países e aqui a gente vai estragar? 

Ainda espero que esse clima de tensão passe e que posamos curtir uma boa Copa no nosso país. Tomara que a torcida seja tão presente em campo, que façam uma festa tão bonita, que deixem os adversários começarem o jogo perdendo de 2x0!!! E deixe claro a todos que se a camisa amarela já é temida, dentro de casa ela é imbatível!!!




Mas e os serviços públicos?..... Em outubro tem eleições!!! O povo é quem vai escalar o time que deve tocar os projetos de melhoria geral da nossa sociedade. Quem vamos colocar no governo para fazer isso? A manifestação mais eficiente possível é o voto!!! 

Se a gente quer um governo padrão FIFA, tem que por gente do mesmo nível para nos representar lá!!!

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Vacinas: Não Entendo Porque Alguns se Recusam a Tomar!

Nos Estados Unidos existe uma discussão ativa sobre a vacinação da população. Um mal entendido causado por pessoas de má fé e interesses comerciais obscuros passou a ideia de que as vacinas podem causar autismo em crianças. E isso, ao invés de cair no vazio, tomou força e agora tem até astro de Hollywood defendendo a anti-vacinação da população. 

Como a falta de conhecimento científico faz mal a todos os países do mundo, nos Estados Unidos não foi diferente. A propagando anti-vacinação chegou a um ponto de fazerem pais trocarem doces contaminados com catapora para que seus filhos peguem a doença ainda na idade infantil, ao invés de os vacinarem. Já tinha relatado isso por aqui.

Agora a falta de vacinação dos americanos está causando o retorno de doenças que já estavam quase desaparecendo, acabando com um trabalho de saúde pública de anos. Como começou a acontecer com o sarampo recentemente - Fonte: Daily News. Veja o mapa da ocorrência de sarampo nos Estados Unidos somente em 2014, uma doença que era considerada erradicada no país desde 2000.



Veja o mapa da incidência dessa e de outras doenças ao longo dos anos no site Vaccine Preventable Outbreaks. Esse site mostra como doenças que estavam praticamente extintas estão voltando com a falta de vacinação. E não por falta de vacina, é por conta das pessoas que não estão indo se vacinar.


E no Brasil?

Aqui no Brasil essa histeria ainda não chegou. E parece que nem vai chegar, ainda bem!!! O brasileiro em geral não questiona a vacinação e por isso, todas as doenças que são prevenidas por vacinação pública realmente estão se extinguindo da nossa população. Só que a saúde pública não fornece vacinação para todas as doenças, então aquelas que previnem doenças com menor potencial de complicações não são fornecidas gratuitamente, só ficam disponíveis em clínicas privadas.

Até aí normal, pensando em saúde de toda uma população nacional deve-se priorizar as mais graves mesmo. Espero ver um dia em que o Brasil forneça todas as vacinas existentes para todas as pessoas!! 

Mas aqui começa o ponto em que não entendo. Apesar de não termos um movimento antivacinação, conheço várias pessoas que ainda evitam tomar vacina, por diversos motivos. 

Há alguns anos atrás a gripe H1N1 assustou o mundo todo. O índice de complicação dessa gripe era muito alto e se espalhou rapidamente pelo mundo todo, e chegou aqui bem no início do inverno. No Brasil demorou mas chegaram lotes de vacinação que foram restritos somente para  alguns grupos específicos como crianças até dois anos, idosos, pessoas com problemas respiratórios e outros que eu nem lembro mais. Simplesmente porque não existia vacina para todo mundo porque a produção não dava conta da demanda. Quando fui levar minha filha para tomar a vacina, a atendente do posto de saúde perguntou se eu não queria tomar também. Eu achei que não pudesse, por isso não fui pensando nisso. Só que ela me disse que a procura estava sendo muito mais baixa do que o estimado e estavam sobrando vacinas nos postos de saúde. 

Como assim? A gripe tá passando a foice geral e tem gente que tem mais medo da vacina? A proporção de pessoas que foram se vacinar só chegou a 75% (Fonte: DataSUS). Ou seja, o governo consegue liberar a vacinação para uma grande parte da população mas essas pessoas simplesmente não vão, e se arriscam a pegar a gripe!

Outro exemplo claro é a vacinação anual contra a gripe comum. Não existe proteção definitiva, ainda, para o vírus da gripe, então a vacinação precisa ser tomada todo ano, antes do inverno de preferencia, que é a estação que tem a maior incidência de gripe. Geralmente essa vacinação já inclui também proteção contra a H1N1. Mas apesar disso várias pessoas que eu conheço não tomam essa vacina. Eu realmente não consigo entender isso.

Algumas justificam que ouvi fazem referencia a grande quantidade de pessoas que tomam a vacina e não desenvolvem gripe. Com isso a circulação do vírus seria menor e a probabilidade de pegar gripe sem ser vacinado também é menor. Só que esse pensamento é um erro. A circulação do vírus é a mesma. As pessoas que tomaram vacinas é que não desenvolvem a gripe e bem menos gente fica doente, dando a impressão de que o vírus não está circulando. 

O Ministério da Saúde mostra que a 4 dias do final da campanha nacional, das 40 milhões de doses previstas só foram aplicadas 13 milhões! Isso é ridiculamente baixo! Isso tinha que ser o contrário, ter gente reclamando que não teve vacina para todo mundo!!! E eles tem até um bom acompanhamento dessas metas com o vacinômetro atualizado do site.


Outro caso recente que vi na TV foi a vacinação publica contra o HPV que está sendo do em meninas entre 9 e 11 anos de idade. Tinha mãe na porta da escola falando que filha dela não iria tomar essa vacina porque ela só tinha 9 anos, e era melhor esperar ela ter 11.....!! Obviamente essa mãe estava com medo da vacinação em si, sem essa desculpa de idade. Porque se ela pretendesse vacinar a filha não importaria se fosse com 9 ou 11 anos. Provavelmente esta menina será mais uma que não será vacinada.

O vídeo do canal Nerdologia do Youtube comenta mais um pouco sobre as vacinas de um modo geral e os questionamentos que estão sendo feitos nos Estados Unidos. E ele fala uma frase que eu concordo: "As vacinas nos protegeram tão bem de algumas das doenças mais mortais que já enfrentamos, que algumas pessoas perderam o medo e acham que as vacinas que são o perigo."


Enfim, as vacinas representam um dos maiores avanços científicos contra as doenças. Foram desenvolvidas ao longo de vários anos de pesquisa, e continuam sendo. E as pessoas agora simplesmente renegam a tudo isso e preferem contar com a sorte! Eu simplesmente não entendo....

A única explicação é o baixo conhecimento científico da sociedade. E é isso que precisamos combater logo, e em todos os campos!!!

terça-feira, 29 de abril de 2014

Filme: Gravidade


Raramente eu vejo um filme que chama a atenção e fica na memória por muito tempo. A grande maioria é entretenimento puro e simples, que acaba assim que aparece o "The End". 
Mas Gravidade é uma excelente exceção a essa regra. 

Primeiro por ser um excelente filme de ficção científica, que tentou ser o mais realista possível considerando a física em gravidade zero. Mas também sem chegar a ponto de ser real de mais e ser chato, afinal é uma ficção. É a resposta do século XXI a "2001 - Uma Odisseia no Espaço"! 

Nem vou falar da excelência técnica que esse filme apresentou. Quase todos os Oscars técnicos foram dados para a equipe que o produziu. A questão é mesmo de como o filme trata a nossa condição humana, nosso instinto de sobrevivência que nos faz seguir em frente, sempre. Mérito também para a Sandra Bullock, que consegue segurar  o filme sozinha, com uma participação especial do Buzz Lightyear (George Clooney).

Certamente vai ter gente querendo saber mais sobre viagens espaciais, física, astronomia e ciência em geral por conta desse filme, o que é ótimo!!!

Mas atenção: Não assista numa tela pequena!!!! Não faça isso!!!! Tente pegar a maior tela possível e se for em 3D melhor ainda. É o melhor filme em 3D que já vi!! 
Depois que o filme acaba parece que se foram duas horas e meia, mas na verdade ele tem só 90 minutos. Uma história bem montada e bem fechada!!!



P.S.: E de bônus você ainda vai se livrar de um trauma antigo causado pela Sigourney Weaver em Alien!!!


Se interessar em ver o preço, segue o link do Submarino e da Saraiva.

sábado, 19 de abril de 2014

Planeta Similar a Terra Descoberto na Constelação de Cygnus

Essa semana todos os jornais comentaram a notícia de que tinham encontrado um planeta do tamanho da Terra em um sistema na constelação de Cygnus. O planeta foi batizado como Kepler-186F. Confesso que não entendi toda essa cobertura por conta do descobrimento de um planeta, já que foram confirmados mais de 1800 planetas fora do Sistema Solar. No entanto parece que este é o que está em uma distância da sua estrela que o coloca dentro de uma zona habitável, ou seja, um planeta que recebe luz suficiente da sua estrela para manter água em estado líquido e nem tão quente para fazer toda água evaporar. 

O que notei quando essa notícia estava sendo divulgada, é que praticamente todos os jornais televisivos davam a notícia acompanhada de uma imagem que eu reproduzo abaixo. De um planeta similar a Terra. Só que ele não falavam que isso era uma arte, e não uma fotografia do planeta descoberto. Se você acha que ninguém acreditaria que aquela arte gráfica fosse uma foto mesmo é porque você já tem um conhecimento científica acima do básico I, porque eu vi gente comentando sobre as diferenças de cores entre o planeta descoberto e a Terra. 



Então, só para deixar claro, existem milhares de planetas já descobertos em sistemas estelares distantes, mas não existem fotos de planeta nenhum. Para descobrir um planeta que orbita uma estrela o que se faz é apontar um telescópio para uma região fixa do céu por alguns anos. No caso aqui foi o telescópio Kepler que estava fazendo essa função monitorando 150 mil estrelas entre as constelações de Lira e Cygnus. Como esses telescópios são muito sensíveis, qualquer variação da quantidade de luz de uma estrela pode ser captada e medida por ele. E se essa variação tem um valor fixo e frequente, se entende que o que está bloqueando a luz é um planeta passando na frente da estrela. 

Em geral também se sabe o tamanho e as distâncias das estrelas que estão sendo monitoradas, sendo assim é possível saber qual o tamanho de um eventual planeta que esteja orbitando e bloqueando a luz da estrela. Pela velocidade de transição também é possível saber a distância do planeta em relação a sua estrela. Não dá para saber a densidade do planeta, se ele tem atmosfera ou não, qual a composição do planeta e nem muitas outras informações. De modo que um planeta marronzinho com nuvens fica por conta do artista!!! 

Algumas notícias sobre essa descoberta estavam mais completas. Um exemplo desse tipo foi a do O Globo. Já outras, como a da Info Exame não deixa claro que a imagem é uma arte.

Agora saindo um pouco da mídia geral é possível encontrar sites com boas bases científicas sobre o assunto. Recomendo para uma primeira visita o site The Habitable Zone, que é mantido pelo astrônomo Stephen Kane, um dos responsáveis também por encontrar o Kepler-186F. Nesse site ele demonstra alguns resultados da sua pesquisa em exoplanetas e possui algumas informações bem interessantes, como o tamanho dos planetas encontrados e o respectivo fluxo de energia que recebem de suas estrelas, comparando sempre com a Terra.



Logo na pagina inicial está escrito que eles já encontraram 53 planetas dentro da tal Zona Habitável.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Homeopatia Oficialmente Desmascarada pela Austrália


Você sabia que na Austrália existe um Órgão do Governo que se preocupa em estudar a efetividade de tratamentos de saúde. Isso para poder informar a população e consequentemente reduzir o risco de proliferação de doenças por falta de tratamento adequado. Coisa de país desenvolvido mesmo!!!

É o National Health and Medical Research Council(NHMRC). E dessa vez eles estudaram a efetividade da homeopatia, e adivinhem....Como resultado saiu um relatório oficial dizendo que ela não tem nenhum efeito a mais no tratamento de doenças do que um placebo qualquer.

Parece que a Austrália está na frente quando se trata de ajudar o povo a se defender de pseudociências e produtos que prometem o que é impossível cumprir. Lembram daquelas pulseiras Power Balance que prometiam melhorar o equilíbrio de quem as usasse. Há alguns anos atrás eles obrigaram a empresa que produziam aquelas pulseiras a se retratarem publicamente, o que causou diversas ações contra a empresa que acabou em falência. 

O mundo inteiro ainda gasta milhões de reais em homeopatia, mas cada vez mais isso vai caindo por terra. Agora por aqui a homeopatia ainda é uma especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina e nada parece que vai mudar no longo prazo. 

Veja a notícia completa no The Scientist.