sábado, 21 de julho de 2012

Dica de Seriado: Doctor Who

Um bom livro de ficção científica pode muitas vezes ser a porta de entrada de um jovem para a ciência. No meu caso aconteceu quando comecei a ler Julio Verne. Acredito que o mesmo pode acontecer quando se assite a um bom filme ou um seriado nessa área.

Nesse sentido venho recomendar um seriado que está me chamando muita a atenção: Doctor Who. A história é sobre um alienígena viajante do tempo que sempre leva algum acompanhante nas suas aventuras. Aventuras essas que revivem acontecimentos históricos quando eles viajam para o passado e explora as infinitas possibilidades que podem ser o futuro. Por exemplo, no segundo episódio da primeira temporada eles vão para o futuro até a data em que o Sol se expande e destroi a Terra!!!

A máquina do tempo é uma cabine de polícia britânica dos anos 60 que é maior por dentro do que por fora. Muito Show!!!

Depois de pesquisar fiquei sabendo que esse seriado novo é uma "continuação" de um seriado antigo que passou entre 1963 e 1989. E que vários atores já fizeram o papel do Doutor, sendo esse último, Matt Smith, o que chegou a ser indicado para o prêmio Bafta como melhor ator. Assitindo a série é fácil de ver que ele tem o dom mesmo.

A TV Cultura passa esse seriado durante a semana às 20:15 com audio dublado e original. Na semana que escrevi esse post estava reiniciando a sequência a partir do primeiro episódio de 2005.

Aliás, é impressionante eu ter 300 canais de TV a cabo disponíveis e o melhor seriado de ficção científica da atualidade (minha opinião) está gratuito na tv aberta.

Segue mais links sobre o seriado:

Um comentário:

  1. Doctor Who é um seriado GENIAL. Além de interagir com personagens históricos e alienigenas, DOCTOR WHO é um seriado que demonstra como "televisão para todas as idades" não é sinonimo de programas idióticos ou infantis.

    A carga de comédia é bem quantificada, a carga de ação prende a atenção devidamente e a carga de FICÇÃO CIENTIFICA faz qualquer pensante precisar pensar várias vezes (e por vezes é necessário até assistir várias vezes) até que seja possível notar todos os detalhes e encaixar todas as peças que levam à conclusão do arco de história da temporada, espalhadas aos poucos ao longo dos episódios.

    Um bom modo de entender essa sensação de "que absurdo, como foi que isso aconteceu?!?" que doctor who deixa é assistir o ep 10 da terceira série, chamado "Blink".

    ResponderExcluir