sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Notas do Cotidiano Paulistano

Sexta feira, depois de passar 1:35h no carro para andar 25 km, chego em casa as 21:00 h, cansado pra caramba. Cinco minutos depois toca o telefone:

- Por favor o Sr. André
- Sou eu (Ah não, Telemarketing....PQP!!!)
- Boa noite Sr André, tudo bem com o senhor?
- Tudo (Desligo agora ou dou um tempo?)
- Sou representante da Telefônica e queria falar com você sobre internet rápida e tv por assinatura.
- Não estou interessado, obrigado. (Ela não ia desistir tão facil, mas eu tentei...)
- Mas não quer ouvir a nossa proposta?
- Não, já tenho tudo isso aí. (Tentei de novo...)
- Mas não quer nem ouvir a proposta, por qual motivo?
- Porque eu não compro nada de quem me liga em casa. Quando eu quero alguma coisa eu procuro. (Senti um silêncio do outro lado. Agora ela desiste!!! Esse argumento é infalível!)
- Puxa, desculpe profundamente em incomodá-lo nesta noite e tirá-lo da paz do seu descanso. Tenha uma ótima noite.
- Humm (Não falei!)

___________

Mas essa última frase dela quase deu dó!!
QUASE!!!