terça-feira, 29 de novembro de 2011

Livro: A Batalha do Apocalipse

Não, não estou promovendo livro religioso!

O nome do livro induz a isso, e todos os meus amigos que vinham me visitar me perguntavam se eu comecei a me interessar por religião. E na verdade já tinha visto esse livro outras vezes na livraria e realmente não tinha nem folheado porque achava que era religioso. Quando fiquei sabendo que o livro era sobre ficção que eu fui me interessar. E tive uma ótima surpresa!

Primeiro porque o autor, Eduardo Spohr, consegue utilizar um assunto que todo mundo acha que conhece, utiliza personagens que todo mundo já ouviu falar, muitos deles são da própria Bíblia, e ainda consegue fazer uma história original. Até para quebrar alguns paradigmas serve. Desde que era pequeno me ensinavam que o único anjo mal é o Lúcifer. Ele quebra essa regra muito bem.

Tem muito de base teológica no livro. Mas eu achei interessante é que o autor, se quisesse, poderia partir para um livro do tipo religioso, cheio de profecias e visões, e ele não fez isso. Ele criou uma aventura muito bem amarrada, dentro das regras estabelecidas no universo dele. Com várias "cenas" de ação descritas de uma forma que parecia que eu estava vendo um filme de produção norte americana!

Quando acabei de ler me toquei que eu não lia um livro de ficção de autor brasileiro desde a época do ginásio, quando lia a Coleção Vaga Lume. E foi muito legal ver a Batalha do Apocalipse acontecendo com os personagens principais atuando no Rio de Janeiro! A versão do Apocalipse dele é a melhor que li até hoje.

Não sei o quanto mais posso dizer sem estragar a surpresa! E já que fiz a propaganda, segue um link da Saraiva para quem tiver afim.