terça-feira, 19 de abril de 2011

Papa Bento XVI: "Tecnologia não substitui a Deus"

Uma forma de unir pessoas de um grupo é criar um inimigo comum. Mesmo que ele não exista, se for só percebido, já serve ao propósito. 
É o que o Papa faz ao afirmar que os homens querem tomar o lugar de Deus usando a tecnologia. Nunca vi cientista  nenhum ter essa meta, mas a frase tem o efeito de incitar os religiosos contra "eles", os cientistas. E ainda coloca ele como detentor de uma verdade. 
Nossa tecnologia é fruto de muitos anos de estudo da natureza e do consequente desenvolvimento científico. Não existe essa pretensão de substituir Deus como ele faz parecer. Está misturando coisas sem nenhuma conexão.

Ele está no papel dele, precisa se segurar no cargo e os respectivos fieis e pra isso vale tudo. Só acho uma pena saber que um discurso tão vazio vai influenciar tanta gente!

Link da matéria da veja no link abaixo:

Enviado do aplicativo Veja para iPhone