domingo, 19 de julho de 2009

Efeito Quântico

Esse é um fenômeno para o qual ainda não existe explicação convincente!!!

Um comentário:

  1. Oras. Existe pequenos detalhes que foram omitidos nesse vídeo que acho que ajudariam a se explicar.

    No vídeo o professor simplesmente diminui o canhão de partículas a dimensões quânticas e dispara as bolas contra as fendas.

    A matéria sempre vai ser ONDA E PARTÍCULA (independente do seu TAMANHO). Porém as medidas para que isso seja observado devem levar em consideração a ENERGIA que essas partículas possuem.

    Pensando que todas as partículas possuem uma ONDA acoplada:
    Quanto MAIOR a Energia, MAIOR será a Frequencia e portanto MENOR será comprimento de ONDA.
    Se o comprimento de ONDA da partícula for da mesma ORDEM de Grandeza da abertura da Fenda, você terá o padrão de ONDA.

    Então se você jogar uma bola de tênis com uma Energia tal que comprimento de onda associada a essa bola de tênis seja da ordem da abertura das fendas você verá essa bola de tênis podendo realizar curvas características as ondas e terminar por se chocar na parede em um dos pontos do padrão luminoso do exemplo.
    Lembrando que o padrão mostra uma sequência em DEGRADEÈ de incidência das partículas. Isso mostra que as partículas tem mais probabilidade de atingir a parede após passar pelas fendas onde a faixa está mais intensa.

    Logo, não adianta você diminuir o canhão a dimensões quânticas se você lançar as bolas com pouca Energia.

    ----
    Outro detalhe é a quetão do OBSERVADOR alterar o resultado pelo simples fato de OBSERVAR.
    Vamos explicar isso:
    Na verdade, como usamos partículas elementares na Física Quântica com massas infinitesimais, ou até mesmo sem massa, elas são sensíveis a qualquer energia incidente. Até mesmo a energia dos Fótons. E para você enxergar alguma coisa, você precisa de LUZ, ou seja, precisa que um feixe de Fótons seja incidido na partícula a ser observada. Mas esse feixe de Fótons possui uma energia suficiente para mover a partícula e portanto desviar o Resultado.

    Por isso que sempre vale o PRINCÍPIO DA INCERTEZA na Física Quântica que afirma que não se pode PRECISAR o MOMENTO de uma partícula e sua POSIÇÃO ao mesmo tempo. Se você souber com 100% de certeza qual é o MOMENTO (quantidade de movimento) da partícula você não terá ideia de qual será a sua POSIÇÃO e VICE-VERSA.

    ResponderExcluir