terça-feira, 20 de setembro de 2011

Cientistas criam "Vida" Inorgânica!

Primeiro vamos definir o que se chama de vivo neste caso. São células criadas a partir de compostos inorgânicos que podem se replicar e evoluir. A quebra de paradigma sempre foi considerarmos que a matéria inorgânica é inanimada, mas já existem alguns experimentos que dão características de "vida" nestes compostos.
O vídeo abaixo é de uma palestra de 15 minutos do Prof. Lee Cronin que explica a pesquisa e demonstra alguns experimentos. Muito interessante! (está em Inglês, mas verifique se já existe legendas em português!)
O notícia original está no Science Daily, mas essa eu achei legal traduzir inteira logo abaixo.

ScienceDaily (15 de setembro de 2011) - Cientistas da Universidade de Glasgow disseram ter tido os seus primeiros passos para a criação de "vida" a partir de químicos inorgânicos potencialmente definindo a nova área da "biologia inorgânica".

Professor Lee Cronin, Professor Titular de Química na Faculdade de Ciências e Engenharia, e sua equipe têm demonstrado uma nova forma de fazer células inorgânicas ou iCHELLs na sigla em inglês.

Prof Cronin disse: "Toda a vida na Terra é baseada na biologia orgânica (ou seja, carbono na forma de aminoácidos, nucleotídeos e açúcares, etc), mas o mundo inorgânico é considerado inanimado."

"O que estamos tentando fazer é criar uma célula inorgânica auto-replicante, evoluindo, que seria essencialmente viva. Você poderia chamá-la de biologia inorgânica."

As células podem ser compartimentados através da criação de membranas internas que controlam a passagem de materiais e energia através deles, ou seja, vários processos químicos podem ser isolados dentro da mesma célula - exatamente como as células biológicas.

Os pesquisadores afirmam que as células, que também podem armazenar eletricidade, podem potencialmente serem usadas em todos os tipos de aplicações na medicina, como sensores ou para confinar reações químicas.

A pesquisa é parte de um projeto do Prof Cronin para demonstrar que os compostos químicos inorgânicos são capazes de auto-replicação e evolução - assim como as células orgânicas biológicas à base de carbono fazem.

A pesquisa na criação de "vida inorgânica" está em seus estágios iniciais, mas Prof Cronin acredita que é perfeitamente viável.

Prof Cronin disse: "A principal meta é a construção de células químicas complexas com as propriedades animadas que podem nos ajudar a entender como a vida surgiu e também para usar essa abordagem para definir uma nova tecnologia baseada em evolução no mundo material - uma espécie de tecnologia inorgânica viva."

"As bactérias são, essencialmente, um micro-organismo com uma única célula feito de produtos químicos orgânicos, então porque não podemos fazer micro-organismos de produtos químicos inorgânicos e permitir-lhes evoluir?

"Se for bem sucedido isto nos daria algumas idéias incríveis em evolução e mostrar que não é apenas um processo biológico. Também significaria que teríamos provado que a vida à base de compostos diferentes do carbono poderia existir e redefinir totalmente nossas idéias de design."

O artigo é publicado na revista Angewandte Chemie.